Velho Chico

Sinopse da novela Velho Chico


Tudo começa no final da década de 1960, no nordeste brasileiro, na fictícia Grotas de São Francisco. Dono de quase tudo ali, o Coronel Jacinto (Tarcísio Meira) comanda quem aparecer pela sua frente, além da política e economia locais. Mas tudo isso ainda não é suficiente. As terras do Capitão Rosa (Rodrigo Lombardi) são seu próximo objetivo. O que provoca o início do duelo que vai atravessar gerações é o fato de o dono da fazenda Piatã ter moral e coragem para enfrentar a figura do "todo-poderoso".

Encarnação (Selma Egrei) é a matriarca da família, casada com o Coronel Jacinto. Marcada pela morte trágica do primogênito, ela sempre alimentou essa amargura. Afrânio (Rodrigo Santoro) tornou-se o único herdeiro dos Sá Ribeiro e nunca deixou de viver às custas da riquíssima família, nem mesmo quando saiu da cidade para estudar Direito em Salvador. Suas noites são desfrutadas na companhia de Iolanda (Carol Castro), a cantora de bar por quem é apaixonado. As coisas começam a mudar quando o jovem retorna à casa da família para assumir os negócios e tornar-se o mais novo Coronel Saruê, depois da morte súbita de seu pai . O jovem mandachuva começa a visitar os parceiros de seu pai pela região, a mando de sua mãe, e acaba se envolvendo com Leonor (Marina Nery). Apesar disso, o novo coronel se casa com a filha de Aracaçú (Carlos Betão), afinal, ou ele se casava, ou morria. Fruto do casamento forçado, nasce Maria Tereza (Isabella Aguiar) -- para decepção da avó, que desejava muito um neto homem.

Enquanto isso, Eulália (Fabiula Nascimento) e o Capitão Ernesto Rosa vivem felizes. Um dia, encontram em meio à plantação de algodão um bebê a quem adotam e dão o nome de Luzia (Carla Fabiana). Os retirantes Belmiro (Chico Diaz), Piedade (Cyria Coentro) e o filho Santo (Rogerinho Costa) são acolhidos pela família de Ernesto Rosa na mesma época. Amamentados por Piedade, os pequenos Luzia e Santo tornam-se irmãos de leite, mas à medida que crescem, a menina acaba se apaixonando pelo menino.

As vidas de Maria Tereza e Santo se cruzam em uma procissão de São Francisco de Assis ocorrida na cidade de Grotas. Os dois se jogam nas águas do rio, e, ali, o Velho Chico une seus caminhos.

O pai da jovem, Afrânio, o Saruê, acaba descobrindo o amor proibido e manda a filha para um internato em Salvador. Cartas que nunca chegariam a Santo são enviadas por ela de lá - interceptadas por Luzia - dizendo que o filho deles nasceria dali a um tempo: Miguel.

Miguel não foi o único fruto do amor de Maria Tereza e Santo, o ódio também foi despertado. Além de Luzia impedir que qualquer notícia da filha de Afrânio chegasse ao amado, outro interessado era Cícero (Pablo Morais), empregado do Saruê. A filha do patrão lhe despertou uma paixão obssessiva. Por isso, acabou acertando Belmiro, quando tentou assassinar Santo. Depois de algum tempo, Maria Tereza, que deixa o internato, volta novamente para Grotas de São Francisco. E é ali que o curso desta história e deste amor começa a ser guiada pelo Velho Chico.



Comente sobre a sinopse da novela Velho Chico:


Abertura da novela

Confira a trilha sonora completa da abertura e dos principais personagens dessa novela.

Trilha sonora de Velho Chico


Personagens

  • Afrânio de Sá Ribeiro
  • Avelino
  • Belmiro dos Anjos
  • Bento dos Anjos
  • Chico Criatura
  • Clemente
Veja lista completa dos personagens da novela Velho Chico